quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Adotar X Comprar

Oi oi gente! Tudo bom? Pra quem não me conhece meu nome é Clara e hoje eu vim com esse post para falar o porque da minha preferência por adotar um animal e não comprar. Vamos lá! 

Foto: http://cachorro-auau.tumblr.com/

Desde que me entendo por gente sempre tive uma forte ligação com qualquer tipo de animal. Quando eu era pequena, morava em um sítio com muuuiitos bichinhos. Ai já viu né? A maior festa. Tinha todo tipo de bicho e vivia sempre na "bagaceira" (como meu pai ama dizer). Nem dá para contar quantos cachorros a pessoa aqui já teve. Hahahaha! A maioria deles adotados. Eu costumo dizer que foram todos. Sabe por que? 4 cachorros que tive foram meio que salvos pela minha família. Comprei eles em épocas diferentes. Mesmo não gostando da ideia de comprar, eu levei por estarem sofrendo muito. Dava para ver a cara de sofrimento atrás daquelas grades. Eu sou muito sentimental, não posso ver nada sofrendo que já me culpo, já me sinto mal. Eu sinceramente prefiro adotar. Se você está querendo um cachorro/gato/qualquer bicho para ser seu companheiro fiel não vai se importar com raça, cor, preço ou de onde veio. Sabe uma coisa que me dá raiva? Odeio quando me perguntam: "que marca é o seu cachorro?" Eu fico tipo: COMO ASSIM MARCA? TEM QUE TER MARCA? OI? ONDE ESTAMOS? PARA O MUNDO QUE EU QUERO DESCER. 

Acho que vivemos nos importando tanto com padrões, com coisas de marca, com objetos e não nos importamos com o valor. Odeio quando usam bichos para isso. Quando apenas compram um bichinho de uma raça cara e ficam querendo ostentar por ai. Poxa, não é um objeto cara. É uma vida que merece respeito, cuidado, carinho. Não devíamos nos importar se é comprado ou adotado. Qual o problema de ter um cachorro de rua? Vejo muitos apelidos maldosos para esses bichinhos de rua que nem gosto de comentar! Não são animais também? Não são vidas? Não vão dar a mesma satisfação e alegria de ter um amigo como qualquer outro de raça? No momento tenho dois bichinhos e todos os dois adotados. Um gato e uma cadela que amo muito <3 A cadela foi encontrada na fábrica do meu pai toda ferida. Levamos ela para casa e demos o nome de Pi. Ela é linda, pequenininha e super feliz. Acho que a gente pensa que está fazendo muito por um bichinho mas na verdade estamos é ganhando. Nesses pequenos gestos com nossos irmãos menores vamos nos sentindo cada vez mais felizes. O meu gato foi adotado por meio de uma ONG. Curti a página no facebook, vi ele e me apaixonei <3 São várias pessoas de vários lugares que postam a foto dos gatos para adoção lá. A mãe dele era das ruas e teve ele e os irmão encima do telhado de uma casa num dia de chuva. Ela foi guerreira e levou seus filhotes um por um na boca até a casa da pessoa que eu adotei. Botamos o nome dele de Leopoldo e ele é muito feliz e barrigudinho, hahahaha! 

O que quero dizer com esse post é que são vidas. Não importa raça ou preço. Importa o amor que vão proporcionar a nós. Quanto mais influenciamos essa compra de animais, mais sofrimento pra eles. Nem sempre esses bichos são tratados com amor. Infelizmente hoje em dia alguns seres humanos são um pouco arrogantes e pensam apenas no lucro que vão ter. Por que não adotar algum bichinho na rua? Que tal dar uma nova chance a ele? Tenho certeza que ele vai se sentir eternamente grato a você e você será eternamente feliz ao lado dele. Eles trazem uma alegria que você nem imagina. Só de estar chegando em casa e lembrar que tem alguém te esperando pra te dar muito amor e carinho já me enche de alegria! 

Esse foi o post! Espero que tenha gostado. Até mais!


Nenhum comentário:

Postar um comentário